Salão de Frankfurt é a maior e mais importante mostra automotiva de 2017. Ela abre as portas para o público no próximo dia 16. Antes disso, nesta terça (12) e quarta (13), dezenas de fabricantes exibem seus lançamentos para jornalistas de todo o mundo.

O G1 vai acompanhar as novidades em tempo real. Antes disso, você conhece aqui os modelos que devem se destacar na feira alemã.

Esta edição do salão, a 67ª, terá diversos modelos relevantes para o Brasil, que devem desembarcar por aqui a partir do final deste ano. Da Volkswagen chegam o Polo (em novembro, um pouco diferente do europeu) e T-Roc (possivelmente em 2018). A conterrânea Mercedes-Benz trará a picape Classe X até 2020, enquanto Porsche Cayenne, Audi A8 e BMW X3 surgirão por aqui já no ano que vem.

Audi A8

O Audi A8 é o tipo de carro que você compra pensando no banco traseiro. Esta nova geração tem um sistema de aquecimento e massagem para os pés. Quem viaja na frente tem à disposição um console central praticamente sem botões, substituídos por uma segunda tela sensível ao toque. As funções semiautônomas levam o carro sozinho em condições de trânsito a até 60 km/h. Leia mais

Bentley Continental

O novo Continental GT segue o estilo do conceito EXP 10 Speed 6, exibido em 2015. O charme na cabine fica por conta do console central rotativo. Quando o carro está desligado, aparece o acabamento de madeira. Na primeira rotação, surge a central multimídia de 12,3 polegadas. Girando novamente, entram em cena 3 marcadores, com bússola, temperatura externa e cronômetro. O esportivo traz motor W12 de 635 cv, que leva 3,7 segundos para levar o carro de 0 a 100 km/h.

BMW M5

Pela primeira vez em 4 décadas, um veículo da divisão esportiva M sairá de fábrica com tração integral. É a nova geração do M5, que estreia em Frankfurt. Mas um alento aos puristas. O motorista poderá selecionar a opção de tração mais conveniente – e uma delas pode enviar a força apenas para as rodas de trás. Fora isso, o M5 traz um motor V8 biturbo de 4.4 litros, que agora entrega 600 cavalos e 76,5 kgfm. Leia mais

BMW X3

O novo X3 foi apresentado em junho, mas só agora vai aparecer para o público. Na nova geração, além do visual mais moderno, o SUV ganhou novos equipamentos, como auxílios de distância para o veículo da frente e manutenção de faixa. São 5 opções de motores, que variam de 184 cv a 360 cv. Chega ao Brasil no ano que vem. Leia mais

BMW X7

Este será o maior dos veículos da BMW. Mas, por enquanto, o X7 é só um conceito. Sua versão final irá competir com Mercedes-Benz GLS, Audi Q7 e Volvo XC90. Suas linhas ainda trazem certo exagero dos protótipos, caso da grande grade e do teto de vidro. Mas o formato dos faróis e os traços da carroceria já dão uma ideia de como será este SUV grande. Leia mais

Chery M31T

A Chery anunciou que irá desembarcar na Europa nos próximos anos. Como forma de “marcar território”, participará do Salão de Frankfurt pela primeira vez. E para deixar uma boa impressão, seu principal modelo será o conceito M31T, um SUV que apresenta a nova identidade visual da fabricante chinesa.

Dacia Duster

A nova geração do Duster será a principal atração do estande da... Dacia no Salão de Frankfurt. Na Europa, o SUV (assim como Logan e Sandero) é vendido pela subsidiária romena da Renault. O novo Duster traz visual atualizado, mas não há como negar que a lanterna lembra muito a do Jeep Renegade. A má notícia é que o Duster não chega ao Brasil nem em 2018. Leia mais

Ferrari Portofino

A nova Ferrari de entrada. Isso não quer dizer necessariamente acessível, mas o papel da Portofino será o de introduzir os motoristas ao universo da marca italiana. Ainda assim, tem motor V8 de 3,8 litros de 600 cv, que leva o esportivo de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos. A Portofino (nome de uma cidade italiana) chega como substituta da California T. Leia mais

Ford Fiesta

Quase um ano após a divulgação das primeiras fotos oficiais, a nova geração do Fiesta finalmente vai ser lançada na Europa. São 4 versões: Titanium, Active, com visual aventureiro, ST Line, com visual esportivo e Vignale, apostando no luxo. Mas não se empolgue. Este Fiesta ainda está longe do Brasil. Para cá, a Ford aposta em uma reestilização do modelo atual, que chega ainda este ano, trazendo o novo motor 1.5 Dragon e câmbio automático de 6 marchas. Leia mais

Hyundai i30 N

A nova geração do i30 sequer chegou ao Brasil. Mas, na Europa, ela já ganhou até uma versão esportiva. Aliás, a primeira da divisão N da Hyundai. O hatch traz um motor 2.0 turbo de 250 cv. Para quem acha pouco, ainda é possível adicionar um pacote “performance”, que eleva a potência para 275 cv. Há controle de largada, 4 modos de condução, controle de suspensão e um reforço artificial no som do motor. O câmbio é manual de 6 marchas. Leia mais

Hyundai i30 Fastback

Outra novidade para o i30 é uma versão fastback. Este tipo de carroceria tem a queda do teto mais sutil, lembrando um cupê. Na comparação com o hatch, o i30 Fastback é um pouco mais comprido e baixo. Leia mais

Jaguar E-Pace

Parece que a Jaguar gostou de criar SUVs. Depois do F-Pace e do conceito elétrico I-Pace, os britânicos criaram o E-Pace, o menor utilitário da família. Ele faz sua primeira aparição pública no Salão de Frankfurt. O modelo tem visual muito parecido com o do F-Pace, mas suas medidas ficam próximas às do “primo” Land Rover Evoque. O E-Pace já foi confirmado para o Brasil, e chega por aqui no ano que vem. Leia mais

Mercedes-AMG Project One

A principal estrela da Mercedes em Frankfurt será o supercarro Project One, feito pela preparadora AMG usando tecnologias da Fórmula 1. Até agora, há poucas informações. Sabe-se que seu conjunto híbrido terá mais de 1.000 cv e sua velocidade máxima vai ultrapassar os 350 km/h. Leia mais

Mercedes Classe X

O público terá o primeiro contato com a primeira picape da Mercedes-Benz. A Classe X foi desenvolvida (e será fabricada) junto com a Nissan Frontier e a Renault Alaskan. Seu visual tem como inspiração os SUVs da Mercedes, apesar de a cabine ser um tanto diferente dos demais carros da marca. Terá 3 motores diesel, com potências de 163 cv, 190 cv e um topo de linha, V6, de 258 cv. Chega ao Brasil até 2020. Leia mais

Porsche Cayenne

A terceira geração do Cayenne chega mais parecida com os “irmãos” Macan e Panamera, principalmente por conta das lanternas estreitas e da barra que liga as duas peças. Fora isso, a dianteira mudou pouco. Há também uma nova transmissão automática de 8 marchas e um motor V6 biturbo de 2.9 litros e 446 cv. O novo Cayenne está até 55 kg mais leve do que seu antecessor. Leia mais

Seat Arona

Alerta de spoiler. O Seat Arona não será vendido no Brasil, mas o SUV compacto da subsidiária espanhola da Volkswagen dá várias pistas de como será o futuro T-Cross, este sim, previsto para ser produzido por aqui. A situação é semelhante à do Seat Ibiza, que antecipou diversos detalhes do Polo. Falando na dupla de hatches, o Arona compartilha a plataforma MQB A0 com os dois modelos. Ele tem 4,14 metros de comprimento – porte semelhante ao do Peugeot 2008. Na Europa, terá motores que vão de 90 cv a 150 cv.

Volkswagen Polo

As vendas do Polo já começaram na Europa. Ainda assim, o modelo deve atrair muitos olhares no salão. A versão europeia é mais “descolada”, e pode ter interior colorido. O visual é levemente diferente do carro que chega ao Brasil em novembro – o G1 já andou. Ainda há uma variante esportiva, a GTI, de 200 cv. Esta, infelizmente não tem planos de ser comercializada no Brasil. Leia mais

Volkswagen T-Roc

O T-Roc deve ser a principal atração da Volkswagen no Salão. O modelo pode ser considerado “o SUV do Golf”, e deve ser produzido no Brasil. É mais um veículo a utilizar a plataforma MQB, compartilhada com Golf, Audi A3 e Q3, todos estes já feitos no Paraná. Na Europa, começa a ser vendido em novembro, com 6 diferentes motorizações, todas turbo, de 115 cv a 190 cv. Leia mais

Volkswagen Up GTI

O motor 1.0 turbo chegou primeiro ao Up brasileiro. Mas os europeus que vão “rir por último” com a nova versão GTI do subcompacto. Nesta versão mais esportiva, são 115 cv e 20,4 kgfm, contra 105 cv e 16,5 kgfm do TSI vendido por aqui. Além da potência extra, o modelo ficou 1,5 cm mais baixo, tem saída de escape cromada e os tradicionais bancos com tecido xadrez.

Leia na íntegra: goo.gl/kEfy6j

Publicada em 11/09/2017 - 10:36 por Agência Ideia Comunicativa

Janeiro/2017

Março/2017

Abril/2017

Maio/2017

Junho/2017

Julho/2017

Agosto/2017

Setembro/2017

Novembro/2017

Dezembro/2017

Janeiro/2018

Fevereiro/2018

Março/2018

Abril/2018

Junho/2018

Julho/2018

Agosto/2018

Setembro/2018

Outubro/2018

Novembro/2018

Dezembro/2018

Março/2019

Maio/2019

Junho/2019

Julho/2019