Houve um tempo (até o começo da década de 1990, para os mais novos) em que a inflação galopante fazia os preços muitas vezes mudarem ao longo de um só dia. A moeda brasileira (que foi cruzeiro, cruzado, cruzado novo, entre outras) era acompanhada de zeros e mesmo quem ganhava milhões tinha pouco na carteira. Nessa época, ter noção do preço do litro da gasolina, do etanol e do diesel era quase tão complicado quanto acertar os números da Mega-Sena.

Agora que a inflação está sob controle e o país vive as consequências de uma forte recessão, o cenário envolvendo os combustíveis não mudou muito, por outras razões. A sinistra combinação entre impostos (que aumentaram recentemente nos âmbitos federal – PIS/Cofins – e estadual – ICMS) e a alta do petróleo no mercado internacional jogou para as alturas os preços de gasolina, diesel e etanol. E a Petrobras optou por fazer ajustes constantes, o que faz os números mostrados nos postes mudarem também com frequência quase diária.

Pois, se o valor do litro dos dois primeiros foi reduzido (respectivamente em 1,5% e 1,4%) no primeiro dia do mês, nem houve tempo para comemorar. A estatal anunciou para esta terça (6) o terceiro aumento de fevereiro: 0,5% para a gasolina e 0,6% no diesel, sempre nas refinarias, o que, ultimamente, tem sido repassado de forma integral para as bombas.

Fonte: Seminovos BH

Na Ativa Seminovos você encontra seu carro ideal. Venha para a Ativa Ribeirão Preto e Rio Preto, aqui você garante seu seminovo com garantia de fábrica. 

Seminovo com cara de novo é aqui na Ativa Seminovos.

Publicada em 07/02/2018 - 09:38

Janeiro/2017

Março/2017

Abril/2017

Maio/2017

Junho/2017

Julho/2017

Agosto/2017

Setembro/2017

Novembro/2017

Dezembro/2017

Janeiro/2018

Fevereiro/2018

Março/2018

Abril/2018

Junho/2018

Julho/2018

Agosto/2018

Setembro/2018

Outubro/2018

Novembro/2018

Dezembro/2018

Março/2019

Maio/2019

Junho/2019

Julho/2019