Mesmo após dez anos de uso, alguns modelos não são apenas relevantes como também são boas opções de compra

Em um longínquo 2008, em uma terra onde o VW Gol era líder e o Honda Civic era o sedã médio que estava entre os dez mais vendidos, os SUVs eram raros, mas ganhando cada vez mais popularidade. Motor flex ainda era visto com certa desconfiança e equipamentos como ABS e airbag eram caros opcionais nos carros de entrada.

Com o mercado em crescimento, alguns modelos se nacionalizaram e outros receberam novas gerações que foram cruciais para a sobrevivência deles. Teve até modelo saudoso que voltou à vida. Veja alguns modelos de 2008 que, até hoje, dez anos depois, ainda são relevantes e boas opções de compra.

Volkswagen Gol G5

Com direito a participação de Sylvester Stallone e Gisele Bündchen no comercial, a terceira geração (G5) do então carro mais vendido do Brasil foi lançada há dez anos. Na época foi uma revolução, pois o hatch utilizava a plataforma PQ24, compartilhada em partes com o Polo daquele ano. O visual também modernizou o Gol e o modelo segue à base de reestilizações desde então, provando a qualidade do projeto.

Volkswagen Voyage

Descontinuado desde meados da década de 1990, quando o Gol mudou da primeira para a segunda geração, o Volkswagen Voyage voltou à vida em 2008, já utilizando a plataforma do novo Gol. Na época, os principais rivais eram modelos como o Fiat Siena e o antigo Chevrolet Prisma. Com a cara do hatch e uma traseira bem acertada, o sedã também está na mesma plataforma até hoje.

Ford Focus

A segunda geração do Focus foi apresentada em 2008 e trazia um visual mais encorpado tanto para o hatch quanto para o sedã. O motor era o mesmo da geração anterior: 2.0 a gasolina de 145 cv, mas a opção flex chegou um ano depois. Há dez anos, os motores flex ainda estavam em fase de popularização. Além de maior, o Focus tinha entre seus pontos altos a dirigibilidade.

Nissan Frontier

Em 2017, a Nissan apresentou uma nova geração da Frontier. Antes disso, porém, era vendida até então a geração que foi apresentada em 2008. Com ela, a marca conseguiu nacionalizar 35% da produção da picape. A parte boa é que essa plataforma ficou em produção por cerca de nove anos, então a oferta de peças de reposição ainda é farta.

Honda Fit

Em 2008, o Honda Fit recebeu sua segunda geração. O modelo ganhou 7 cm de comprimento e 5 cm de entre-eixos, adicionando mais praticidade ao modelo que já tinha nessa qualidade um de seus pontos fortes. O câmbio CVT foi trocado por um automático convencional de cinco marchas, como era usado no Civic daquela época, e ganhou a opção de trocas por meio de borboletas atrás do volante.

Toyota Corolla

Com o New Civic cativando cada vez mais consumidores com um visual atraente, em 2008 a Toyota se mexeu e passou a produzir por aqui a décima geração do Corolla, que era maior e tinha um visual mais sóbrio que o rival da Honda. Com mecânica robusta, essa geração foi responsável por ajudar a pavimentar a fama do Corolla como um carro que dá pouca dor de cabeça para o dono.

Adeus Toyota Corolla Fielder

Apesar de 2008 ter nos trazido novidades importantes para o mercado, também foi um ano de despedidas. No mesmo momento em que a Toyota apresentou a décima geração do Corolla, afirmou também que a perua Corolla Fielder estava com os dias contados, pois ela não receberia uma nova geração. Com fãs até hoje, a Fielder deixou saudades.

Fonte: ICarros

Na Ativa Seminovos você encontra seu carro ideal. Venha para a Ativa Ribeirão Preto e Rio Preto, aqui você garante seu seminovo com garantia de fábrica. 

Seminovo com cara de novo é aqui na Ativa Seminovos.

Publicada em 24/01/2018 - 15:37

Janeiro/2017

Março/2017

Abril/2017

Maio/2017

Junho/2017

Julho/2017

Agosto/2017

Setembro/2017

Novembro/2017

Dezembro/2017

Janeiro/2018

Fevereiro/2018

Março/2018

Abril/2018

Junho/2018

Julho/2018

Agosto/2018

Setembro/2018

Outubro/2018

Novembro/2018

Dezembro/2018

Março/2019

Maio/2019

Junho/2019

Julho/2019